Por Esmael Morais

Requião está bem longe de ter apoio do próprio PMDB!, responde ex-secretário Enio Verri

Publicado em 22/04/2014

Enio Verri, ex-secretário de Planejamento no governo Requião, foi escalado hoje pelo PT para responder previsão do senador do PMDB, que vê desistência de Gleisi na corrida pelo Palácio Iguaçu; "A rigor, apenas Gleisi e o governador poderão ser candidatos porque podem dispor de legenda para constar da cédula eleitoral", provocou Verri, possivelmente, com dor no coração.

Enio Verri, ex-secretário de Planejamento no governo Requião, foi escalado hoje pelo PT para responder previsão do senador do PMDB, que vê desistência de Gleisi na corrida pelo Palácio Iguaçu; “A rigor, apenas Gleisi e o governador poderão ser candidatos porque podem dispor de legenda para constar da cédula eleitoral”, provocou Verri, possivelmente, com dor no coração.

O deputado Enio Verri, presidente estadual do PT, recomendou nesta terça-feira (22) que o senador Roberto Requião (PMDB) se ocupe em garantir a unidade do PMDB em torno de sua pré-candidatura. O petista ficou magoado com a previsão do peemedebista, que vê a senadora Gleisi Hoffmann desistindo da corrida pelo Palácio Iguaçu (clique aqui).

“Todo mundo sabe que o Requião está bem longe de ter apoio do PMDB. Enquanto isso, o PT tem uma pré-candidatura madura, mais do que estabelecida. Em 2010 Gleisi recebeu mais votos do que o governador e o próprio Requião”.

Verri lembrou que a decisão de Requião em sair ou não candidato ao governo, neste momento, depende mais de Beto Richa, que detém força e influência no PMDB, do que do próprio senador.

“A rigor, apenas Gleisi e o governador poderão ser candidatos porque podem dispor de legenda para constar da cédula eleitoral”, provocou Verri, que foi secretário de Estado do Planejamento no governo Requião.