Barbosa inclui na pauta ação contra Zeca Dirceu. Perseguição a petistas ou mera coincidência?

do Brasil 247

Ministros do STF foram surpreendidos com a pauta da primeira sessão criminal de 2014 que anuncia processo contra o deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR), filho de José Dirceu, por suposto crime eleitoral; nas férias de Barbosa, Ricardo Lewandowski deu parecer favorável a que fosse analisado pedido de trabalho do ex-ministro da Casa Civil, condenado na AP 470; perseguição aos petistas ou seria apenas mera coincidência?

Ministros do STF foram surpreendidos com a pauta da primeira sessão criminal de 2014 que anuncia processo contra o deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR), filho de José Dirceu, por suposto crime eleitoral; nas férias de Barbosa, Ricardo Lewandowski deu parecer favorável a que fosse analisado pedido de trabalho do ex-ministro da Casa Civil, condenado na AP 470; perseguição aos petistas ou seria apenas mera coincidência?

A condução da condenação de José Dirceu por Joaquim Barbosa tem sido um grande constrangimento para seus colegas do Supremo Tribunal Federal. Desde sua prisão, no dia 15 de novembro, o caso é recheado de incoerências.

Atualmente, o ex-ministro petista luta pelo direito de sair da Papuda para trabalhar durante dia, o que faz parte do regime semiaberto a que foi condenado. Na ausência de Barbosa, durante suas férias na Europa, Ricardo Lewandowski deu parecer favorável à  análise do pedido de Dirceu.

Coincidência ou não, os ministros do Supremo Tribunal Federal se surpreenderam ontem ao receber a pauta da primeira sessão criminal de 2014, que será na quinta-feira. Na volta ao trabalho, Joaquim Barbosa incluiu processo contra o deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR), filho de José Dirceu, por suposto crime eleitoral, segundo o Painel, da Folha de S. Paulo.

Comentários encerrados.