Vereadores denúnciam desvio de R$ 1,5 mi do Fundeb em Colombo; assista ao vídeo

Publicado em 26 setembro, 2013
Compartilhe agora!

Vereadores Waldirley Bueno e Gil Gera, de Colombo, foram à  Justiça Federal denunciar suposto desvio de R$ 1,5 mi de verba da educação; em Brasília, a prefeita Beti Pavin pediu apoio do petista André Vargas para as investigações do malfeito e para novos projetos em benefício da área; magistério colombense está em greve reivindicando melhores salários.
Vereadores Waldirley Bueno e Gil Gera, de Colombo, foram à  Justiça Federal denunciar suposto desvio de R$ 1,5 mi de verba da educação; em Brasília, a prefeita Beti Pavin pediu apoio do petista André Vargas para as investigações do malfeito e para novos projetos em benefício da área; magistério colombense está em greve reivindicando melhores salários.
Os vereadores colombenses Waldirley Bueno (PMDB) e Gil Gera (PSDB) foram à  Procuradoria-Geral da República, nesta quinta (26), protocolar denúncia de suposto desvio de R$ 1,5 milhão de verba do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

De acordo com Bueno, o dinheiro que seria destinado para a educação municipal de Colombo foi desviado para confeccionar gibis que sequer foram distribuídos. Ele denúncia que são 26 mil alunos, mas foram impressos 50 mil livretos ao custo unitário de R$ 76.

Para o vereador do PMDB, o dinheiro que não chega para as salas de aula e no contracheque dos professores se perde nesse tipo de fraude.

Paralelamente à  denúncia de Bueno e Gera, na Justiça Federal, a prefeita Beti Pavin (PSDB) se reuniu em Brasília com o deputado André Vargas (PT), vice-presidente da Câmara. A tucana pediu apoio ao parlamentar petistas para projetos na educação e na investigação do suposto desvio da verba do Fundeb.

Educadores do município estão em greve há quatro dias. Eles reivindicam melhores salários.

Assista ao vídeo com a denúncia:

Compartilhe agora!

Comments are closed.