“O que é bonito? Menos granito”, diz música de Lenine

A burguesia do Batel, o bairro mais chique de Curitiba, nesta semana que se finda, quase saiu no braço para defender a conclusão de uma calçada na Rua Bispo do Dom José. Também houve reunião regada a chope gelado, camarão de primeira, com presença de belas moças da distinta classe muito bem perfumadas. Lançou-se até a campanha “O Granito é Nosso!”, coordenada pelo deputado do canudinho (projeto que obriga o canudinho de refrigerante usar camisinha para não pegar herpes), Reinold Stephanes Jr (PMDB).

Pois bem, o prefeito Gustavo Fruet (PDT) anunciou solução salomônica. Metade da calçada será em granito já comprado e outra parte será de concreto. Burgueses e proletários se dizem satisfeitos com a proposta. A obra deverá ser retomada na segunda-feira (21).

Enquanto corria no parque, eu ouvi hoje a música “O que é bonito?”, do cantor e compositor pernambucano Lenine. Na letra, pede-se “menos granito”. Nada a ver, mas veio-me à  cabeça a gritaria dos burgueses do Batel. à‰ mole ou quer mais?

Shopping Pátio Batel pegou fogo ontem à  noite.

Shopping Pátio Batel pegou fogo ontem à  noite. Inferno astral?

Ah, falando em Batel, na madrugada de hoje, por volta da meia noite e um, pegou fogo em um dos andares do Shopping Pátio Batel !“ que ainda está em construção. Até tirei fotos. Quatro caminhões-pipas do Corpo de Bombeiros controlaram as chamas. Ninguém se feriu.

Acompanhe a letra da música de Lenine:

O Que à‰ Bonito?
Lenine

O que é bonito
à‰ o que persegue o infinito
Mas eu não sou
Eu não sou, não…
Eu gosto é do inacabado
O imperfeito, o estragado que dançou
O que dançou…
Eu quero mais erosão
Menos granito
Namorar o zero e o não
Escrever tudo o que desprezo
E desprezar tudo o que acredito
Eu não quero a gravação, não
Eu quero o grito
Que a gente vai, a gente vai
E fica a obra
Mas eu persigo o que falta
Não o que sobra
Eu quero tudo
Que dá e passa
Quero tudo que se despe
Se despede e despedaça
O que é bonito…

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. E a letra da música “Burguesia”, de Cazuza, diz que: A burguesia fede
    A burguesia quer ficar rica
    Enquanto houver burguesia
    Não vai haver poesia…