A Copel completa hoje 58 anos. Temos algo a comemorar?

Em 2011, centenas de pessoas subiram a rampa da Assembleia Legislativa para lembrar 10 anos da campanha “A Copel é Nossa!”. Foto: Everson Bressan.

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) completa 58 anos de existência nesta sexta-feira (26). A estatal mais do que fornecer conforto e possibilitar o desenvolvimento, produzindo e comercializando o insumo energia, está presente nas empresas e lares fornecendo internet de via cabos de fibra óptica.

A Copel quase foi privatizada em 2001, no governo Jaime Lerner. Não fosse a garra das forças vivas paranaenses teríamos hoje uma das empresas mais pujantes do setor no país em mãos do mercado. A energética é nossa, por isso este blog faz a sua defesa intransigente como indutora do desenvolvimento econômico e social. Mas nem sempre é isso que ocorre, infelizmente.

Chega aqui a informação de que a atual diretoria da Copel não vem valorizando seus funcionários, que fazem dela uma premiada empresa. Embora tenha reajustado a tarifa de energia, a direção da estatal ofereceu “0% de ganho real” aos seus trabalhadores no Acordo Coletivo de Trabalho. Alega a empresa que o cenário é “desfavorável”, mas os acionistas privados nada têm a reclamar do aumento em seus dividendos.

Na próxima segunda-feira (29), os funcionários da Copel, mobilizados pelos 17 sindicatos que os representam, realizarão uma assembleia geral. Não está descarta uma greve para novembro.

Temos algo a comemorar? Sim, temos. A Copel continua sendo nossa, apesar de ela ser maltratada todo santo dia pela má gestão. Mas isso se corrige no voto e na mobilização dos sindicatos e da sociedade paranaense. Parabéns, Copel! Muita energia para todos nós neste dia especial!

16 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. NO MÍNIMO ESSE TAL DE ADRIANO KRAUSS É UM PARASITA DA DIRETORIA, OU PIOR, UM CAPACHO, VASSALO, DAQUELES PARASITAS.
    OS COPELIANOS NÃO ACEITAM A PROPOSTA OFERTADA PELOS PARASITAS QUE “TRABALHAM” CONTRA OS SERVIDORES DA EMPRESA, OS COPELIANOS SÃO A COPEL.

  2. Pro cara que postou que é moleza trabalhar e que o funcionário ganha uma grana preta vai trabalhar em um temporal debaixo de chuva enfrentando raio, se molhando, varando a noite com sono só pra ele ficar com conforto em sua casa assistindo ” Salve Jorge” na tv.

  3. Eu estava lá!!!!!

  4. Quanto aos impactos da MP 579, parem de malandragem, pois em comunicado à CVM, a Copel anunciou que será uma das menos afetadas… estava blefando com o Mercado? Pois se estiver, tá aí mais um caso de polícia… segue o link do comunicado: http://www.copel.com/hpcopel/root/nivel2.jsp?endereco=%2Fhpcopel%2Froot%2Fpagcopel2.nsf%2F9156440e0cd9d03783256bb8003b08cb%2Fe01e78c52856b83903257a7700636a17

  5. O melhor Plano de Carreira que a Copel já teve? A piada é boa, ou a má fé é grande… vamos explicar isso melhor: o que está indignando profundamente os trabalhadores não é só a proposta indecorosa, sem ganho real, mas principalmente a incoerência da Diretoria do Beto Richa: eles aumentaram em 40% sua própria remuneração nos últimos 2 anos! Dos “˜míseros”™ R$ 65 mil que os 8 diretores ganhavam no governo Requião, passaram a ganhar R$ 93 mil, além de criarem mais uma diretoria (com pouco mais de 20 funcionários). É um escárnio esta diretoria dizer que não pode dar nada além do INPC, deveria ser caso de polícia, inclusive. Nós, paranaenses, estamos bancando um salário de mais de 1,1 milhão de reais por ano para cada membro dessa diretoria, sem contar os agregados no Conselho de Administração, como o irmão do governador, fulo “˜Pepe”™ Richa!

  6. A não venda da Copel foi para mim, uma das grandes batalhas que enfrentei com Deputado Estadual. Rompi com o grupo do Governador Jaime Lerner de quem fui até seu lider na Assembleia. Juntei-me aos Deputados opocisionistas e formamos a grande defesa da Copel, somados aos movimentos sociais, igreja, associações, imprensa e mais de 140 mil paranaenses que assinaram o 1º projeto de iniciativa popular. Os anais da Assembleia estão lá para provar a luta de 26 Deputados que não se curvaram diante das grandes ofertas(será que hoje não seria mensalão?) e das ameaças que sofremos. Cheguei a entrar em luta corporal no plenário, depois enfrentamos a força policial nos corredores quando os estudantes invadiram à Assembleia. Amigo Esmael, acho que você faria justiça a esses companheiros que junto lutamos para não vender a Copel, se você publicasse a relação dos 26 e até mesmo dos outros que rezavam pela cartilha do Palácio. Abraço.

  7. A Copel fornece uma das energias mais caras do Brasil e um dos maiores custos. O funcionário quando se aposenta lá recebe uma grana preta. É uma empresa com uma enorme quantidade de benefícios e uma grande tranquilidade trabalhar lá. Não sei do que reclamam. Se a copel fosse uma empresa particular administrada como é estaria falida.

  8. Unica coisa foi livrar a Copel da privatização em 2001 do guru do Beto Richa (Jaime Lerner).

  9. Esmaelmoraes, os empregados da COPEL tiveram em 2011 a implantação do plano de cargos e salários. E o melhor PCS da história da COPEL. Cada empregado sabe e recebe aumentos salarias em cada promoção dentro da empresa, desde que tenha desempenho adequado. No ano de 2011 representou aumento significativo a grande maioria dos empregados que estavam totalmente defasados em relação ao mercado a mais de 12 anos. Alem disso ao o plano de desligamento incentivado, voltado especialmente aos aposentáveis. O melhor Plano nos 58 anos da COPEL. pergunte a qq um da empresa.
    A sua matéria é no mínimo injusta e tendenciosa. Hoje os sindicatos declaram guerra a uma proposta pe no chão de quem vê o setor elétrico de dentro e as consequências da medida provisória 579/2012. Cabe verificar como será o futuro da Copel nas novas regras e também comparar com outras empresas como CEMIG, FURNAS, CHESF.

  10. Deviam privatizar

  11. QUEM VOTOU NO BETO-BAMERINDUS NÃO PODE RECLAMAR DO ABANDONO DA COPEL.

  12. e pensar que o beto richa quiz vender a copel junto com o jaime lerner, graças ao greca o requião e cia não foi vendida.

  13. A COPEL só não foi a leilão na bolsa de valores de Nova York em 2001 devido aos atentados de 11 de setembro.