A Copel completa hoje 58 anos. Temos algo a comemorar?

Em 2011, centenas de pessoas subiram a rampa da Assembleia Legislativa para lembrar 10 anos da campanha “A Copel é Nossa!”. Foto: Everson Bressan.

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) completa 58 anos de existência nesta sexta-feira (26). A estatal mais do que fornecer conforto e possibilitar o desenvolvimento, produzindo e comercializando o insumo energia, está presente nas empresas e lares fornecendo internet de via cabos de fibra óptica.

A Copel quase foi privatizada em 2001, no governo Jaime Lerner. Não fosse a garra das forças vivas paranaenses teríamos hoje uma das empresas mais pujantes do setor no país em mãos do mercado. A energética é nossa, por isso este blog faz a sua defesa intransigente como indutora do desenvolvimento econômico e social. Mas nem sempre é isso que ocorre, infelizmente.

Chega aqui a informação de que a atual diretoria da Copel não vem valorizando seus funcionários, que fazem dela uma premiada empresa. Embora tenha reajustado a tarifa de energia, a direção da estatal ofereceu “0% de ganho real” aos seus trabalhadores no Acordo Coletivo de Trabalho. Alega a empresa que o cenário é “desfavorável”, mas os acionistas privados nada têm a reclamar do aumento em seus dividendos.

Na próxima segunda-feira (29), os funcionários da Copel, mobilizados pelos 17 sindicatos que os representam, realizarão uma assembleia geral. Não está descarta uma greve para novembro.

Temos algo a comemorar? Sim, temos. A Copel continua sendo nossa, apesar de ela ser maltratada todo santo dia pela má gestão. Mas isso se corrige no voto e na mobilização dos sindicatos e da sociedade paranaense. Parabéns, Copel! Muita energia para todos nós neste dia especial!

Comentários encerrados.