TRE cassa registro de vice na chapa do “Condomínio Barros” em Maringá

Ricardo Barros (PP).

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou na tarde de hoje (16) o registro de Cláudio Ferdinandi (PMDB), candidato a vice-prefeito de Maringá pela Coligação A Mudança Continua!, encabeçada por Carlos Roberto Pupin (PP). (Clique aqui para ler a íntegra da decisão).

O TRE acatou recurso da Coligação Maringá de Toda a Nossa Gente!, de Enio Verri (PT), que apontou a inelegibilidade de Ferdinandi pela desaprovação das contas de gestão de recursos do Cesumar, onde é diretor, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Com a decisão da Justiça Eleitoral, a chapa do “Condomínio Barros” está sem vice e representa mais um golpe na tentativa do grupo permanecer no poder em Maringá.

A primeira pancada no grupo político veio com o vazamento de denúncias contra o “chefe” Ricardo Barros (PP), que foi acusado pelo Ministério Público de fraudar licitações de publicidade. Essa notícia culminou com seu afastamento da Secretaria de Indústria e Comércio. Para completar a má fase do “Condomínio Barros”, na sequência, veio uma condenação no STJ por improbidade.

Ricardo Barros também é o coordenador da campanha de Marcelo Belinati (PP) em Londrina.

Comentários encerrados.