Por Esmael Morais

Apoio a Fruet não é certeza no PT, dizem dirigentes

Publicado em 06/02/2012

Bernardo comanda reunião do CNB em Curitiba. Foto: Anderson Fasolin.

Estrelas do campo majoritário do PT, Construindo um Novo Brasil (CNB), estiveram reunidas neste final de semana para analisar o quadro eleitoral na capital. Ficaram espantados ante a possibilidade da tese da candidatura própria no PT triunfar no encontro municipal de abril.

Participaram do encontro os seguintes expoentes do CNB: ministro Paulo Bernardo; vereadores Pedro Paulo e Jonny Stica; deputado à‚ngelo Vanhoni; Jorge Samek, presidente de Itaipu; e Roseli Isidoro, presidente da legenda em Curitiba.

Partidários do apoio petista a Gustavo Fruet, PDT, já no primeiro turno, os integrantes do CNB querem evitar salto alto e o discurso de que a aliança é um prato feito, ou seja, resultado de um acordo de cúpula.

O campo majoritário se recorda do encontro partidário de 2008, quando a atual ministra Gleisi Hoffmann passou sufoco para derrotar o deputado Tadeu Veneri. Ambos disputavam a condição de representante do PT nas eleições municipais. O resultado foi bem apertado: 54% a 45%, portanto, pedagógico.