Noemia Rocha vai relatar processo de nepotismo contra tucano

* Base governista abandona vereador do PSDB

Noemia Rocha foi escolhida para defenestrar colega tucano.

A vereadora Noemia Rocha (PMDB) foi escolhida nesta quarta-feira (30), pela Comissão de à‰tica da Câmara de Curitiba, como relatora do processo que investiga caso de nepotismo envolvendo o colega Odilon Volkmann (PSDB).

A escolha da peemedebista, na prática, significa que os correligionários do tucano lançaram-no ao mar. Como é sabido por todos, até pelo petit pavê da Rua XV de Novembro, a base governista tem a maioria na Comissão de à‰tica e Noemia tende a pedir a cassação de Volkmann.

O vereador foi denunciado por um cidadão por manter, até agosto deste ano, a funcionária Emília Rocha em seu gabinete. Segundo a denúncia, Rocha seria mulher do vereador, sem registro civil. Volkmann confirmou o relacionamento com a ex-funcionária, mas disse que, a partir do momento em que o namoro ficou sério, decidiu exonerá-la.

Mais denúncias

A fábrica de “maldades” tucana contra Volkmann não para. Hoje pela manhã, a RPC TV divulgou imagens mostrando funcionárias de um supermercado do vereador simulando vendas para liberar dinheiro a servidores públicos municipais.

Que diabo fez Odilon Volkmann para que os seus colegas de ninho o lancem à  guilhotina?

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Olá Noêmia, Graça e Paz
    Você deveria ser relatora do caso Derosso, né?
    A Comissão deveria ter eleita você para este caso. Mas é um bom
    indicativo a tua relatoria.
    Maranata!

  2. Que diabo fez Odilon Volkmann para que os seus colegas de ninho o lancem à guilhotina?

    BODE ESPIATÓRIO DO DEROSSO

  3. Essa prática, apesar de ilegal, é muito comum, principalmente nos mercados de bairros. O Wolkmann não é o único dono de mercado que utiliza desse expediente. O que o Derosso fez é trocentas vezes pior do que o que o Wolkmann fez, porém, o veredicto de um já é conhecido (pizza) e o outro, bagrinho na política, vocês verão: será cassado”¦ seus pares do PSDB até entregaram a relatoria a uma vereadora de oposição (Noêmia). E tenham certeza: os mesmos que se omitiram no caso Derosso serão os primeiros a votarem pela cassação do Wolkmann e ainda farão média pela moralidade da casa

  4. È uma vergonha esses casos de Nepotismo, mas há outros casos Nepotismo no Paraná, como por exemplo na Amcespar…

  5. Deixa eu ver se entendi:

    – o Vereador que luta para aprovar projeto de lei que exige que paguemos ao supermercado dele e todos os outros cada sacola plástica utilizada nas compras;

    – o Vereador que nomeou a companheira estável para receber salário altíssimo da Câmara (dinheiro do povo), sendo que a mesma trabalhava em seu supermercado;

    – o Vereador que juntamente com sua filha cobravam 10% dos coitados funcionários públicos municipais, numa fraude que simulava compras no supermercado de propriedade do Parlamentar;

    – o Vereador que aceitou nomeação para suplência do Conselho de “ÉTICA” da Câmara Municipal de Curitiba;

    Trata-se do mesmo Odilon Volkmann que será processado no próprio Conselho de Ética?

    Precisa alguém querer prejudicá-lo, ou JÁ SE PREJUDICOU BASTANTE POR SUA PRÓPRIA CONTA E RISCO?

    Este é o político que se dizia “Homem do Povo” aqui no Sítio Cercado… Talvez seja necessária pequena correção… “Homem que ROUBA do Povo”

    Acabou de sair uma reportagem num blog político de que ele vai correndo PEDIR LICENÇA DA CÂMARA, PARA FUGIR DOS PROCESSOS…

    É verdade que ele tem direito a 120 dias (4 meses) pagos com nosso dinheiro suado de licença?

    Aonde esse mundo vai parar?

  6. O homem gosta do número 10. Lembram do caso das sacolinhas a 10 centavos que ele queria implantar nos supermercados? Agora é 10% pra liberar a grana. Qual será o próximo 10?