Artigo de Rosane Ferreira: “Aprimorar a democracia”

por Rosane Ferreira*

Deputada Rosane (PV).

Aproximar as pessoas e aumentar a credibilidade na política partidária criando mecanismos para que a participação do eleitor continue após a confirmação do voto na urna eletrônica. Aprimorar nosso sistema eleitoral. Fortalecer os partidos políticos para que estes sejam expressão de coerência de ideias e práticas. Baratear as campanhas tornando-as acessíveis e viáveis. à‰ por essas razões, dentre outras, que precisamos de uma reforma política partidária.

Portanto, defendo o fim das coligações partidárias para as eleições proporcionais, pois entendo que essa medida acarretará uma profunda mudança na vida interna dos partidos, grandes ou pequenos. As legendas terão que buscar em sua base de filiados a legitimidade para defender suas bandeiras e assim participar das eleições com candidaturas verdadeiramente comprometidas com seus estatutos. Deverão ainda promover sua inserção da vida política brasileira a partir dos próprios esforços, sempre de forma democrática.

Para darmos mais um passo na reforma, a modalidade de financiamento público não exclusivo – permitindo apenas que a pessoa física possa contribuir !“ promoverá uma redução significativa nos custos das campanhas. Partidos receberiam recursos públicos para garantir igualdade de condições para todos os candidatos, com ou sem mandato. Vale lembrar que de certa forma o financiamento público já existe com o horário gratuito eleitoral e os salários e infraestrutura de quem já detêm um mandato. E nesse quesito, a fiscalização do eleitor é fundamental para garantir igualdade de condições para todos os candidatos.

Mas o fim das coligações e o financiamento público não são suficientes para garantir avanços. A concomitância de eleições para todas as esferas, municipal, estadual e federal, cria a oportunidade para uma ampla discussão dos problemas que, em tese, estão interligados, além de diminuir, mais ainda, o custo das campanhas eleitorais. Com mandatos de cinco anos e sem a reeleição para cargos majoritários, teremos maior participação do eleitor, que escolherá os gestores mais preparados e estes terão condições para administrar o bem público.

à‰ preciso ter coragem. Sabemos que não é tarefa fácil promover mudanças, mas temos a obrigação de lutar. Para mim, a reforma política é a reforma fundamental, pois é através dela que faremos as outras mudanças para avançar no ideal de consolidar a nossa jovem Democracia.

* Rosane Ferreira é deputada federal e presidente do Partido Verde do Paraná.

9 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Estou com o indignado. Conhecendo a autora do artigo, o que é para poucos, pois tem que estar bem perto dela para isso, sabe-se que o discurso é bonito, mantém as aparências. Já a prática…….um dia a mascara cai…e não vai demorar, escreva aí!!!

  2. ESTÁ NA BIBLIA: A FÉ SEM OBRAS É MORTA… PALAVRAS SÃO PALAVRAS E ONDE ESTÁ A AÇÃO???????????

  3. o agronegocio e tão importante, que paises da união europria, estados unidos valorizam a agricultura ,e dão bilhões de dolares em subsidio.o dito agro negocio brasileiro não tem nada . alguem conhece um agricultor que não deve para bancos, a vida de agricultor não e facil. o dia que o verde dominar no brasil,nos pagaremos 100 reais, por um pacote de 5 quilogramos de arroz. tudo tem que ter equiliblio, não dizer o que a gente não conhece, eu fui agricultor nunca tiva nada… se fui mal :peço desculpas…

  4. Um belo artigo. A deputada Rosane vem se confirmando como uma nova liderança. Pena que uns e outros assim não enxerguem e ainda estejam nessa coisa maniqueísta de direita e esquerda, como se os nosso partidos de esquerda que hoje têm destaque e poder também não dividam o prato com a “direita fedida”. Eu também não me deixo enganar: não me deixo enganar por Bolsonaros da vida, nem tampouco pela esquerdalha doente, tipo Requião, que fala uma coisa e na prática faz outra.
    Não acho que o partido verde seja contra os agricultores, mas vejo sim no ideário do partido uma antítese à lógica do agronegócio que transforma o país em mero produtor de matéria prima para exportação, enchendo os bolsos de meia dúzia, enquanto temos gente que ainda passa fome e ganham 500 mangos por mês para trabalhar para esses “agro-yuppies”. Herói mesmo é aquele agricultor que subsiste da própria produção e vende o excedente para nosso próprio consumo interno, este sim é herói; este não tem mumunhas para conseguir crédito nos bancos públicos; este não pode dar calote em bancos sem perder os bens; este não explora o trabalho alheio e se apropria da mais-valia do trabalhador rural; este não desmata para aumentar a produção de soja transgênica para exportar mais e deixar o passivo ambiental para a pobretada enquanto enche os bolsos de dinheiro e distribui migalhas.

  5. o patido verde é contra agricultores,pois não conhecem agricultura ,se a agriculura for mal a cidade tambem vai: o agricultor e um heroi do brasil e do mundo…

  6. Parabens a Deputada Rosane pelo artigo, Pois nós do PTN -Municipal de Curitiba, somos a favor da reforma politica partidaria ,e com fim das coligações proporcionais.

  7. Platitudes e nuvens, algodão doce avermelhado ou amarelo, coisa nenhuma ao quadrado: nada como um mandato para dar visibilidade a ausência de idéias e propostas, e para que o buracão político seja exposto sem disfarces.

    Lindinha a deputada esverdeada. Quem quiser acreditar nessas porcarias genéricas, tão confortáveis e sedutoras, bem, que acredite.

    Ao fim e ao cabo e no frigir dos ovos, e na hora da onça beber água, a deputadinha verdinha e os esverdeados todos pousarão no ninhozinho fedido da direita.

    Fizeram isso o tempo todo e não não me enganam e, de pronto, reconheço ter cara, jeitão e tudo de bobo. O problema deles é que não sou bobo.

  8. eleitor tem a memoria curta,então não fiscaliza nada.verdinho so o dolar ainda …

  9. Que belo artigo da Deputada Rosane Ferreira. Vejo que os verdinhos finalmente tem um líder a altura que faz política com o coração e com a alma.

    É Marina Silva… Muita gente boa ficou neste PV. Você não fará falta com seu constante troca troca de legenda. Só atrapalhou o Serra mesmo.