Blog do Esmael Crise no Atlético Paranaense: só falta Malucelli renunciar | Blog do Esmael Crise no Atlético Paranaense: só falta Malucelli renunciar | Blog do Esmael

Crise no Atlético Paranaense: só falta Malucelli renunciar

Elias Cordeiro.

Nesta quarta-feira (13), à s 18h30, na Praça Santos Andrade, um grupo de atleticanos sai à s ruas para exigir a renúncia do presidente do clube Marcos Malucelli.

Elias Cordeiro, assíduo leitor deste blog, encaminhou um manifesto convocando uma passeata que se dirigirá até a Boca Maldita, normalmente ocupada pelas manifestações políticas e culturais na capital.

Só falta Malucelli sair. A seguir, a íntegra do manifesto atleticano:

Manifeto pela Renuncia, já!

Caro blogueiro Esmael Morais:

Peço a gentileza de divulgar o manifesto que estamos organizando. Sei que o seu blog trata especialmente de assuntos políticos, mas o futebol é política, porque ele tem uma capacidade extraordinária de aglutinar nas arquibancadas, lado a lado, líderes políticos de pensamentos totalmente contrários.

Na hora do futebol nada se torna preconceituoso, nada é impossível. Tudo deverá girar em torno da busca da vitória do time que se ama.

Vamos ao que interessa:

Um grupo de atleticanos extremamente descontentes com a forma como Marcos Malucelli vem conduzindo o Clube Atlético Paranaense, e diante do risco de perder a Copa do Mundo de 2014 na Baixada, estão se movimentando com a finalidade de promover uma grande concentração na Praça Santos Andrade, no dia 13/07/11, a partir das 18h30min, de onde sairão em passeata rumo à  Boca Maldita, onde haverá manifestações de atleticanos em desagravo à  forma como Marcos Malucelli conduz os destinos do Clube Atlético Paranaense.

A intenção da manifestação é a de fazer com que Marcos Malucelli renuncie imediatamente. O manifesto contará com a participação de atleticanos dos diversos grupos e segmentos da vida do clube como os atleticanos do Mirante, Herdeiros da Baixada, Cap4ever, TOF, ETA, CapGigante, Tuiteiros da Baixada, Assocap, grupo de sócios e mais alguns conselheiros, enfim, trata-se de uma manifestação sem cunho político de nenhum grupo ou segmento especial. à‰ uma manifestação que nasceu da indignação generalizada após tantas humilhações impostas pela Adm + Chuteiras do Marcos Malucelli.

Chega!
Basta de tamanha incompetência!
A hora é agora!

Elias Cordeiro
e-mail: [email protected]

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. SUPER MEGA KIT COMPLETO WHATSAPP MARKETING DIVULGAÇÃO EM MASSA

    SITE: http://bit.ly/1QgntWx

    Skype: Power-Tecnology

    WattsApp: (11)9845-80831

    Telegram: PowerEmails

  2. Ao invés de pedir a renuncia, vamos nos unir todos em prol do Atlético. Presidente atual e Diretoria, mais os futuros candidatos a presidente, ex-presidentes, ex-diretores, torcidas, torcidas organizadas, enfim esta é hora de união e não de separação. Você está errado sr. Elias.

  3. http://yfrog.com/kk6jbusj

    O bruxo chik jeitoso hoje foi no jogo aberto pr na band é disse que tem que voltar o geninho, é que tem que Voltar o Petralia

    Este bruxo é o cara, sabe das coisas, da-lhe atletico

    fora chupins

  4. Cooooooooooooooooooooooooxa, Cooooooooooooooooxaa.

  5. O “atrético” já pode se considerar um time de 2ª divisão. Esse ano cai!

  6. Seria interessante… se não fossem massa de manobra do Petraglia. Dos tais grupos listados ali, alguns deles o Petraglia é quem manda.

    Falar tanto em Copa também é coisa dele, que não quer perder essa bocada.

    • Caro leitor, se realmente formos, massa de manobra, mesmo assim seríamos uma massa de manobra na segunda divisão.

      Se liga, cara! Vamos lutar pra impedir a nossa queda. MM não quer a Copa do Mundo na Baixada. Alega que haverá aumento no consumo de luz.

      Só faltou ele dizer que com 42.000 lugares na arena o consumo de papel higiênico triplicará, e ele, Marcos Malucelli, só aceita a Copa na Baixada se conseguirmos um patrocínio da Milli no uniforme. Mais especificamente no “calção branco” promovido pelo Ibiapina, Diretor de Futebol.