9 de novembro de 2015
por admin
8 Comentários

Greve forte dos petroleiros obriga direção da Petrobras a negociar

reparA greve dos petroleiros iniciada no dia 1° de novembro continua ganhando força por todo o país, obrigando a direção da Petrobras a reconhecer a pauta dos trabalhadores e a inciar uma mesa de negociação.

Segundo o presidente Sindicato dos Petroleiros no Paraná e Santa Catarina (Sindipetro), Mário Alberto Dal Zot, mais de 90% dos trabalhadores da parte operacional da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) em Araucária estão parados. A Repar tem capacidade de processamento de 33 mil m³ de petróleo por dia e é a quinta maior refinaria do país.