Lula em Curitiba no dia 14 de dezembro

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e sua mulher, a primeira-dama Janja, desembarcam no próximo dia 14 dezembro em Curitiba para anunciar investimentos bilionários no Paraná e no Mato Grosso do Sul.

Será a primeira vez que o presidente Lula visitará a capital paranaense depois que ele foi eleito e tomou posse em 1º de janeiro deste ano.

Lula ficou 580 dias ilegalmente preso em Curitiba, entre 7 abril de 2018 e 8 de novembro de 2019, por determinação do ex-juiz e atual senador Sergio Moro (União-PR).

O evento será às 11 horas no Teatro Positivo, dentro do campus da Universidade Positivo, no bairro Campo Comprido, em Curitiba.

De acordo com informações obtidas pelo Blog do Esmael, Lula vem à terra das araucárias assinar convênio entre a Itaipu Binacional e a Caixa Econômica Federal no âmbito do Novo PAC.

Economia

As obras e os projetos aprovados do Programa Itaipu Mais que Energia irão atender 399 cidades paranaenses e 35 do Mato Grosso do Sul, segundo o Palácio do Planalto.

As obras socioambientais e de infraestrutura irão demandar investimentos de R$ 1 bilhão repassados pela Itaipu Binacional a Caixa Econômica Federal, que vai operacionalizar o programa e supervisionar os projetos selecionados e aprovados pela binacional.

Além das obras custeadas pela Itaipu perto de R$ 1 bilhão já para 2024, o Paraná vai receber ainda R$ 107,2 bilhões em investimentos nos próximos quatro anos para as obras no Novo PAC. 

Entre as obras previstas estão a construção do Contorno Leste de Guaíra (BR 163), BR 487 (Estrada Boiadeira), escolas, creches, unidades de saúde e moradias do Minha Casa, Minha Vida.

Na primeira seleção do MCMV foram aprovadas a construção de 5,2 mil casas no estado.

Os investimentos em rodovias, ferrovias, portos, aeroportos e hidrovias são de R$ 47,6 bilhões no Paraná.

Na saúde, serão R$ 6,8 bilhões para a construção de novas unidades básicas de saúde, policlínicas, maternidades e compra de mais ambulâncias para melhorar o acesso a tratamento especializado.  

A construção de creches, escolas de tempo integral e a modernização e expansão de institutos e universidades federais são prioridades e vão receber R$ 21,1 bilhões.

Às ações de educação terão ainda R$ 300 milhões para construção de espaços de cultura, esporte e lazer.

O Novo PAC investirá na construção de moradias do Minha Casa Minha Vida e também na modernização da mobilidade urbana, urbanização de favelas, esgotamento sanitário, gestão de resíduos sólidos e contenção de encostas e combate a enchentes.

O investimento no Paraná é de R$ 5 bilhões. 

O estado vai receber R$ 2,2 bilhões para levar internet de alta velocidade a todas as escolas públicas e unidades de saúde.

Além de expandir o 5G, vai levar rede 4G a rodovias e regiões remotas. 

Para a revitalização das bacias hidrográficas, ações integradas de preservação, conservação e recuperação, o investimento será de 4,5 bilhões.

Para projetos de segurança energética, serão R$ 15,2 bilhões.

E para inovação, R$ 4,5 bilhões.

Até agora, o governador do Paraná Ratinho Junior (PSD) ainda não confirmou presença na atividade de Lula.