Segundo o Datafolha, 69% dos brasileiros dizem que Bolsonaro ferrou os mais pobres deste País

Segundo o Datafolha, 69% dos brasileiros dizem que Bolsonaro ferrou os mais pobres deste País

A situação econômica do país piorou nos últimos meses para 69% dos brasileiros, segundo o Datafolha, que realizou a pesquisa entre 13 e 15 de setembro de 2021.

A percepção de piora na economia, por óbvio, foi sentida pelos mais pobres, mais escolarizados, jovens e mulheres. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, vence em todos esses segmentos a disputa pela presidência nas eleições de 2022.

A degradação econômica para os mais pobres, frise-se, pode ser comparada com 2019, quando 35% dos brasileiros piora na situação econômica. Agora, em setembro de 2021, esse índice praticamente dobrou em um ambiente de desemprego altíssimo, de precarização da mão de obra, salários baixos e desalento.

O instituto também arrisca os motivos para essa percepção negativa: crise hídrica, desemprego elevado, uma economia estagnada no último trimestre e aumento da inflação e dos juros.

O Datafolha ainda chuta: “Ameaças autoritárias feitas pelo presidente e medidas com impacto fiscal também contribuíram para derrubar a Bolsa e para a alta do dólar.”

Diferente da leitura que a Folha faz da pesquisa, o que ajudou a degradar a economia para os mais pobre, novamente frisamos, foi a retirada de direitos apoiada pelo jornalão e pela Avenida Faria Lima.

O Datafolha é um instrumento de afirmação das especulações do jornal Folha de S.Paulo, que, há muito, funciona como um banco. A publicação trocou o jornalismo pelo mercado financeiro, explicou no início deste ano o veterano jornalista Luis Nassif, no GGN.

Em síntese, Bolsonaro ferrou os mais pobres deste País com ajuda da velha mídia corporativa e ele é o principal cabo eleitoral de Lula.

O Datafolha entrevistou presencialmente 3.667 brasileiros em 190 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para baixo ou para cima.

Leia também

Reprovação de Bolsonaro é de 65% na cidade de São Paulo, diz Datafolha

Segundo o Datafolha, 76% dos brasileiros autorizam o impeachment se Bolsonaro sair das quatro linhas da Constituição

Quem confia nas declarações de Bolsonaro? 57% dizem que nunca, segundo o Datafolha

Datafolha “explica” por que Bolsonaro não quer vacinação de adolescentes

Datafolha manda Lula encomendar terno novo para a posse; petista lidera pesquisa para presidente em 2022

Datafolha: Bolsonaro caiu mais e aumenta o desespero com novo recorde de reprovação