Carlos Bolsonaro, o Carluxo, seria preso após manifestação no dia 7 de Setembro, revela deputado do PT

Carlos Bolsonaro, o Carluxo, seria preso após manifestação no dia 7 de Setembro, revela deputado do PT

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) desvendou o cinematográfico recuo do presidente Jair Bolsonaro, no golpe de 7 de Setembro, deixando seus companheiros de aventura na chuva.

Segundo parlamentar petista, Bolsonaro teria sido avisado pelo antecessor Michel Temer de que o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), o Carluxo, filho Zero Dois, seria preso por determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes.

Pimenta disse que Bolsonaro ligou chorando para Moraes, numa cena dantesca, implorando, pedindo perdão, e jurando nunca mais xingar os ministros do Supremo.

O deputado do PT observa ainda que a cena foi patética e vergonhosa e, segundo Pimenta, por isso Temer voou às pressas para Brasília no dia 9.

Paulo Pimenta aponta mais um fato que corroboraria com o relato: “Carluxo nunca mais foi visto”.

O deputado gaúcho assinou embaixo: “como jornalista eu garanto que a fonte é muito quente e confio”.