Parlamentares pedetistas pressionam o partido para que a pré-candidatura de Ciro seja retirada para apoiar Lula.

Ciro Gomes rumo a Paris em 2022

A imprensa paranaense [e nacional] terá a oportunidade de perguntar a Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, sobre virtual viagem de Ciro Gomes a Paris durante as eleições de 2022. Explica-se.

Parlamentares pedetistas pressionam o partido para que a pré-candidatura de Ciro seja retirada para apoiar Lula. Eles alegam que o ex-ministro não decolou e não chega a dois dígitos nas pesquisas, o que poderia comprometer o tamanho da bancada no Congresso.

Em seu encontro com o ex-governador Roberto Requião, na noite de terça, Lupi ouviu do anfitrião a necessidade de uma chapa única, com programa progressista, para disputar o Palácio do Planalto.

Leia também
Veja o que esperar do encontro entre Lula e Requião nesta quinta-feira

Ensandecido, Bolsonaro fala em jogar com as “armas” contra o STF

Genocida, Bolsonaro veta projeto de lei que proibia despejos na pandemia

Segundo Requião, a candidatura do ex-presidente Lula é a mais viável para barrar as loucuras neoliberais que destroem a nação brasileira.

O ex-governador do Paraná também manifestou contrariedade às críticas desenfreadas de Ciro contra o PT e o ex-presidente Lula.

Carlos Lupi está em Curitiba e falará à imprensa às 15 horas.