Eduardo Leite é o primeiro governador assumidamente gay do Brasil

Paraná Pesquisas: 75,9% admitem votar em ‘candidato gay’ nas eleições presidenciais de 2022

A Paraná Pesquisas afirma nesta quarta-feira (21/7) que a questão de gênero não será importante nas eleições presidenciais de 2022.

Segundo o instituto, 75,9% dos eleitores brasileiros não alterarão sua vontade de votar em um candidato declaradamente gay.

Recentemente, o governador Eduardo Leite (PSDB), do Rio Grande do Sul, assumiu publicamente ser gay. Ele disputa indicação no ninho tucano, com o também governador João Doria (PSDB), de São Paulo, a condição de candidato do partido para concorrer ao Palácio do Planalto.

Contraditoriamente, nas eleições de 2018, a homobofia movimentou a máquina de fake news e fez a diferença a favor do então candidato Jair Bolsonaro (sem partido).

Leia também

O atual mandatário fez da “mamadeira de piroca” e do “kit gay”, nome pejorativo dado ao projeto “Escola sem Homofobia”, suas bandeiras para o proselitismo entre eleitores evangélicos.

Veja o resultado da pesquisa:

O fato de um candidato a Presidente da República ser Gay, aumenta, diminui ou não altera sua vontade de votar nele?

  • Não altera 75,9%
  • Diminui 13,7%
  • Aumenta 5,8%
  • Não sabe/ não opinou 4,6%

A Paraná Pesquisas ouviu 2.033 eleitores de 26 estados e do Distrito Federal entre os dias 15 e 19 de julho de 2021. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.