bolsonaro chapéu

Lula sofre ataques em palanque de Bolsonaro no Pará

O pastor Silas Malafaia esteve no palanque do presidente Jair Bolsonaro, em Marabá, na região sudeste do Pará, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi o alvo predileto nesta sexta-feira (18/6).

Enquanto Bolsonaro panfletava 50 mil títulos fundiários para a região, o petista era xingado pela claque de ‘Lula, ladrão’ num ambiente que lembrava campanha eleitoral. “Lula, Ladrão, seu lugar é na prisão”, repetia o açulado público.

Malafaia, usando o nome de Cristo em vão, disse no evento político que “corrupto, bandido que saqueou esse país não vai mais enganar o povo brasileiro” e, sem citar nomes, afirmou que esses são “os verdadeiros genocidas”.

Leia também

“Declaro que vão vir tempos de bênção e prosperidade sobre o Brasil. Presidente Bolsonaro, os seus inimigos não prevalecerão contra você. Você com Deus é maioria sempre”, prometeu o controvertido religioso.

Em sua fala, o presidente Bolsonaro disse que Silas Malafaia é “um gigante, um homem de fé, mas um homem que tem Deus, além de Deus no coração, ele o tem nas cores verde e amarela.”

De acordo com Bolsonaro, os títulos de propriedade entregues hoje a grileiros afastarão definitivamente o MST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra) de “ações nefastas” na região paraense, que é bastante marcada pelo conflito agrário.