bolsolazaro

Entrevista exclusiva com Lázaro, segundo as redes sociais

As redes sociais não perdoam ninguém nesses tempos obscuros e de pandemia. A criatividade dos navegantes ajuda [bastante] aplacar a dor pela perda de mais de meio milhão de pessoas para a covid.

A seguir, a hipotética entrevista exclusiva com Lázaro.

Entrevista exclusiva com Lázaro

P. – Por que o senhor não evitou a morte daquelas pessoas?
L. – Sou Lázaro, mas não sou Deus. Lázaro foi ressuscitado, não ressuscitou ninguém. Eu apenas mato, talquey?

P. – Mas, uma família morreu, como o senhor se sente?
L. – Lamento, mas eu não sou coveiro.

P. – O senhor não tem remorso?
L. – Não. Vou buscar remorso onde? Na casa da tua mãe?

P. – Mas o senhor não acha que esses crimes são muito graves?
L. – Crimezinhos de nada. Estão exagerando.

P. – Quem está exagerando?
L. – A Globo, a grande mídia, os prefeitos e governadores comunistas. Só falam dos que morreram, e os que não matei? Deixei de matar milhares nesses dias, mas isso essa mídia derrotista não divulga.

P. – Mas, mesmo assim, o senhor não se sente um maníaco assassino?
L. – Acabou a entrevista…

Esse é Lázaro, não confunda!

Leia também

disfarces de lázaro
Os possíveis disfarces de Lázaro, de acordo com internautas