400 mil vidas perdidas

Notícias ao vivo da Covid: Brasil chega a 400 mil mortes na pandemia

Sob o negacionismo do presidente Jair Bolsonaro, o Brasil bateu o triste recorde nesta quinta-feira (29/4) de 400 mil mortes por covid-19 na pandemia.

Contribuíram ainda para essa mortandade o falso tratamento precoce do vírus com medicamentos sem eficácia. A CPI do Genocídio/Covid, no Senado, começou uma investigação hoje sobre o uso do aplicativo da cloroquina pelo governo federal.

O País contou 350 mil vidas perdidas há 19 dias e há 13 meses e 17 dias da primeira morte por covid no Brasil, no dia 12 de março de 2020.

Leia também

Segundo as autoridades sanitárias brasileiras, foram registradas mais 1.678 vidas perdidas desde às 20 horas desta quarta (28/4). Com isso, o número de mortes chega a 400.021 em decorrência do novo coronavírus.

Os casos de covid somam 14.541.806 na pandemia.

Há quase cem dias, o Brasil tem média móvel de mortes acima de mil. Particularmente neste mês de abril, ele foi o pior durante a pandemia.

Com 400 mil mortes, o Brasil consolida segunda posição mundial –só atrás dos Estados Unidos, com 500 mil vidas perdidas.