Lula entrevista

Lula dispara e vai a 52% em pesquisa na véspera do julgamento no STF

  • Os ministros do STF terão de rebolar no plenário para justificar sua decisão desta quinta (15/4)
  • Pesquisa mostra que Lula derrotaria Bolsonaro no 2º turno e venceria por 52% a 34%

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria 18 pontos de vantagem sobre Jair Bolsonaro (sem partido) num eventual 2º turno na disputa pelo Palácio do Planalto. O petista teria 52% contra 34% do atual presidente. A pesquisa é do PoderData, divulgada nesta quarta-feira (14/4).

A sondagem vem à baila na véspera do julgamento das condenações de Lula pelo plenário do Supremo Tribunal Federa (STF), o que aumenta o drama dos ministros daquela corte nesta quinta-feira (15/4).

O PoderData realizou o levantamento em todo o Brasil com 3.500 entrevistas nesta semana, entre os dias 12 e 14/4.

Leia também

Lula também lidera no 1º turno

De acordo com a pesquisa divulgada hoje, o ex-presidente Lula também lidera numericamente no 1º turno com 34% das intenções de voto ante 31% do presidente Jair Bolsonaro.

Eleição polarizada e fracasso da frente ampla

A pesquisa PoderData mostra uma eleição polarizada em que a “terceira via” não vingou, apesar dos esforços da velha mídia corporativa e dos bancos.

O segundo pelotão é formado pelo apresentador Luciano Huck (sem partido) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT). Ambos têm sofríveis 6%.

João Amoêdo (Novo) tem 5%, seguido do governador João Doria (PSDB), com 4%, e do ex-juiz Sergio Moro (sem partido), com 3%. Luiz Henrique Mandetta (DEM) aparece com 2%.

Somados esses entusiastas da “frente ampla”, eles chegriam a 26% –segundo a sondagem.