Lula STF Moro

A elite golpista arma um novo bote contra Lula

César Cantu*

Do contraditório, à verdade.

Nem precisaria relembrar, o verdadeiro poder da sociedade é a elite, o 3% da população que detém 99% da renda mundial e permite que o remanescente 1% seja distribuído, de forma desigual, entre o 97% restante da população. Como consequência, a maioria mundial vive em regime de pobreza e miséria e 800 milhões passam fome todo dia.

O poder dessa elite é imposto via controle dos organismos de Estado (Legislativo, executivo, judiciário, forças armadas), do mercado e da opinião pública, esta doutrinada pela mídia e as estruturas da cultura, educação, religião (Ópio do povo) e do lazer (Circo para o povo).

Leia também

  • New Yorker explica aos EUA por que Lula assusta Bolsonaro
  • Globo x STF x Lula
  • Mais Lula, menos Merval: ex-presidente perde a paciência com jornalista da Globo
  • No campo político, a única força que tem atrapalhado os objetivos da elite é a esquerda com destaque para o PT e sua figura influente, o ex-presidente Lula. Por isso, ambos foram colocados na mira de tiro nas últimas décadas; são o inimigo número 1 desse poderoso sistema. Lula foi impedido de ser candidato em 2018 por uma farsa jurídico-midiática, o PT foi desmoralizado por uma intensa batalha da mídia por anos, pelo que não fez ou fez menos do que os outros partidos fizeram.

    Pergunta-se hoje: A elite irá se deixar morrer afogada na praia e permitir que Lula venha a ser candidato em 2022? Tudo indica que não; há fortes pressões do sistema, via mídia, para que o STF reveja a última decisão em relação à Lava Jato e o juiz Sérgio Moro.

    E você trabalhador, despossuído, e classe média enganada servirão, novamente, de anteparo protetivo para os seus próprios opressores?

    *César Cantu é colaborador do Blog do Esmael.