Joice Hasselmann usa ‘bullying’ bolsonarista como arma de campanha em São Paulo; confira

Compartilhe agora

A deputada federal Joice Hasselmann, candidata a prefeita do PSL em São Paulo, se assumiu como “Peppa” ao utilizar o ‘bullying’ que sofreu de bolsonaristas como arma de campanha eleitoral.

A candidata do PSL, após deixar a função de líder do governo Bolsonaro no Congresso, foi alvo de memes e de ‘bullying’ bolsonarista nas redes sociais. Dentre os agressores estavam os filhos do presidente da República, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o deputado Eduardo “Bananinha” Bolsonaro (PSL-SP).

Joice Hasselmann explica que assumiu o que chama de “anti-bullying”, ou seja, o ‘bullying’ se transformou em sua principal propaganda na disputa pela prefeitura paulistana.

Em vídeos e imagens da campanha, ela é representada pela Miss Piggy, dos Muppets, e por Peppa Pig, às quais é comparada por seus opositores.

“Já sofri muito com os ataques todos que me fizeram como mulher, adoeci, perdi meu útero, fui humilhada e achincalhada. Agora, recuperada, feliz, com minha autoestima resgatada, decidi fazer o anti-bullying e mostrar que a ignorância e a agressividade nunca vencerão o bom humor e a inteligência. Agora sou a ‘Peppita feliz’, mais ousada do que nunca”, garante a candidata a prefeita de SP.

O jingle que acompanha o vídeo de “Peppa”, ops”, de Joice, é mais ou menos assim:

“Tem jeito, tem Joice/ Pra cidade não para/ Prefeita que não cansa/ Pra cidade não para/ São Paulo merece maaais/ Tem jeito, tem Joice/ Pra mudar isso aí/ É força, é coragem/ É mulher, é capaz/ É mais verdade/ Menos mimimi/ Prefeita que não cansa/ Pra cidade que não para/ Agora é Joice, pode crer/ Pra lutar por mim e por você/ Se tem jeito, tem Joice/ Pra mudar essepê/ Tem jeito, tem Joice/ Prefeita que não cansa/ Pra cidade que não para.”

Note o leitor que Joice Hasselmann se apropria, também, de um bordão do presidente Jair Bolsonaro: “Pra mudar isso aí.”

Assista ao vídeo: