Manuela d’Ávila (PCdoB): candidata a prefeita de Porto Alegre | Eleições 2020

Compartilhe agora

Manuela é jornalista, mestra em Políticas Públicas pela UFRGS, foi vereadora, Deputada federal e estadual, candidata à vice-presidente do Brasil em 2018. Autora dos livros “Revolução Laura” e “Por que lutamos?” Um livro sobre amor e liberdade, é fundadora do Instituto “E Se Fosse Você?” criado para combater o ódio e as mentiras nas redes e nas ruas.

Manuela Pinto Vieira d’Ávila, 39 anos, filiada ao PCdoB, se candidatou à vice-presidência da República ao lado de Fernando Haddad, do PT, nas eleições de 2018. A chapa obteve 44,87% dos votos, o equivalente a 47.038.963 votos.

Manu, como é conhecida, começou a vida política em 1999 na UJS (União da Juventude Socialista). Dois anos mais tarde, já filiada ao PCdoB e em 2003 virou vice-presidente da UNE (União Nacional dos Estudantes).

Pelo PCdoB, elegeu-se vereadora de Porto Alegre aos 23 anos. Em 2005, foi eleita presidente da UJS do Rio Grande do Sul e se tornou também membro do comitê central do PCdoB.

Manuela foi eleita com 271.939 votos deputada federal pelo Rio Grande do Sul entre 2007 e 2011.

Em 2008 tentou pela primeira vez a prefeitura de Porto Alegre, ficado em Terceiro lugar. Se reelegeu para o cargo de deputada federal e cumpriu a candidatura entre 2011 e 2015.

Em 2012 tentou se eleger novamente prefeita de Porto Alegre. Recebeu 141 mil votos, ficou em segundo lugar e acabou por perder as eleições.