Fake News: STF forma maioria pela manutenção de Weintraub em inquérito

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria na noite desta segunda-feira (15) para manter Abragam Weintraub, ministro da Educação, no inquérito das fake news. A informação é de Fausto Macedo, do Estadão.

Foram seis votos para que o ministro permanecesse nas investigações sobre ameaças, ofensas e fake news contra membros do STF. A votação se deu no plenário virtual da Corte e ainda faltam votar cinco ministros.

Os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Rosa Weber, Celso de Mello e Cármen Lúcia acompanharam o entendimento do relator do caso, ministro Edson Fachin, que entendeu que não cabe habeas corpus contra ato de ministro do STF.

LEIA TAMBÉM:

PSOL pede convocação de ministro da Justiça para explicar intimidação a cartunista e jornalista

O passado feminista de Carla Zambelli com Sara Winter; assista

Weintraub: ‘Não sei meu futuro, está difícil prever’

O habeas corpus havia sido enviado pelo ministro da Justiça, André Mendonça, ao Supremo. Na reunião ministerial do dia 22 de abril, Weintraub disse: “Botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF”.