Enem 2020: Inep prorroga prazo de pagamento da inscrição do exame

O Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio de Teixeira (Inep) prorrogou o prazo para pagamento da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020.

De acordo com o órgão, os inscritos poderão gerar na Página do Participante, a partir de hoje (2), um novo boleto com vencimento para 10 de junho. Os boletos emitidos anteriormente perderam a validade e devem ser descartados.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro é a própria negação da política, diz líder do PT

Perpétua Almeida alerta para risco de sabotagem de manifestações antifascistas

Roberto Requião: “Sempre a mesma coisa, a mesma merda, sempre”

Segundo o Inep, mais de 300 mil candidatos ainda não realizaram o pagamento da taxa, que neste ano será no valor de R$ 85,00. Mais de 5,7 milhões de inscritos já estão com a sua participação no exame confirmadas.

Como emitir um novo boleto do Enem 2020?

  1. Clique na Página do Participante;
  2. Entre na sua conta do Gov.br
  3. Vá em “Pagamentos/Isenção”
  4. Faça download do seu boleto e realize o pagamento dentro do prazo de vencimento.

As informações são do Quero Bolsa.

Governo cede e anuncia adiamento do Enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) acabaram de anunciar o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio.

Confira a nota divulgada pelo MEC: 

NOTA OFICIAL Adiamento do Enem 2020

Atento às demandas da sociedade e às manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram pelo adiamento da aplicação dos exames nas versões impressa e digital. As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.

Para tanto, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio.”

Ou seja, Abraham Weintraub foi enquadrado pelas entidades estudantis e pelo Congresso Nacional. Mais cedo, ele havia sugerido a possibilidade de adiamento, vencido pela realidade.

Leia a seguir:

Agora Weintraub sugere adiamento do Enem em “30 ou 60 dias”

Após o Senado aprovar por 75 votos a 1 o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o ministro da falta de Educação tenta manter algum controle sobre a situação e “sugere” o adiamento do exame.

Weintraub escreveu em seu Twitter:

“Diante dos recentes acontecimentos no Congresso e conversando com líderes do centro, sugiro que o ENEM seja adiado de 30 a 60 dias. Peço que escutem os mais de 4 milhões de estudantes já inscritos para a escolha da nova data de aplicação do exame.”

A deputada Sâmia Bomfim rebateu: “‘Sugiro que seja adiado’. Na verdade, a sociedade organizada conquistou o adiamento do Enem, apesar de sua irresponsabilidade e elitismo. Vitória importante dos que lutam pela educação!”

A verdade é que o adiamento das provas é pauta das entidades estudantis desde o início da pandemia. Todos sabem que os estudantes de baixa renda terão mais dificuldades para se preparar para o certame.