Pós-coronavírus: PIB da China tem queda de 6,8% no primeiro trimestre


A economia da China teve uma queda de 6,8% no primeiro trimestre de 2020, indicando o forte impacto da pandemia do coronavírus na economia do gigante asiático. Esta foi a primeira contração trimestral na economia chinesa desde 1976, há 44 anos, quando foram iniciadas as reformas capitalistas no país por Deng Xiaoping.

No primeiro trimestre, as vendas no varejo na China caíram 19%. A produção industrial caiu 8,4% no mesmo período, destaca o portal InfoMoney.

Boa parte das atividades econômicas da China foram interrompidas em janeiro, quando o surto de Covid-19 ganhou força no país, forçando a implementação de quarentenas em larga escala.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19: Caixa promete pagar hoje auxílio emergencial para 3,3 milhões de pessoas

Bolsonaro acusa Maia de conspiração e abre guerra com DEM

Quem é Nelson Teich, o novo ministro da Saúde

Assim como em outras dezenas de nações, a pandemia paralisou a maior parte da produção da segunda maior economia do mundo.

No fim de março, o governo central do país orientou a retomada das atividades econômicas. A retração do PIB chinês incide no desempenho da economia mundial, o que pode fortalecer as tendências para um quadro de recessão global.