Japão adota estado de emergência em todo o país


O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, anunciou a extensão do estado de emergência a todo o país. Na semana passada, apenas 7 regiões foram incluídas na declaração de estado de emergência, que atingia inicialmente apenas grandes cidades.

Segundo Abe, a medida visa a reduzir a movimentação de pessoas para alcançar 80% de distanciamento social. O estado de emergência ficará em vigor durante 1 mês e permite que autoridades regionais recomendem medidas de isolamento e o fechamento temporário de empresas.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro está entre os piores negacionistas do planeta, diz Financial Times

Tchau, querido Mandetta. Amanhã é o grande dia!

Covid-19: EUA têm 22 milhões de demissões em quatro semanas

Abe anunciou ainda que o governo repassará 100 mil ienes (cerca de R$ 4.800) para cada um dos cerca de 120 milhões cidadãos japoneses como um suporte para os impactos econômicos da pandemia. O Japão tem mais de 9.000 casos de coronavírus confirmados e cerca de 150 mortes.