Bolsonaro ‘manda recado’ para Regina Duarte sobre possível demissão

O presidente Jair Bolsonaro em entrevista coletiva no Palácio da Alvorada, na noite de terça-feira (28), demonstrou o seu distanciamento da secretária de Cultura Regina Duarte. Questionado por um repórter sobre o trabalho da atriz, Bolsonaro declarou que, “infelizmente”, ela está trabalhando em São Paulo, gostaria de vê-la “mais próxima”.

“É uma secretaria, que antes era ministério, com muita gente de esquerda, pregando ideologia de gênero, essas coisas que a massa da população não admite. E ela tem dificuldade nesse tipo”, disse o presidente. “Gostaria de conversar pessoalmente com ela”, disse Bolsonaro.

Bolsonaro acrescentou ainda que pode mudar os integrantes de seu governo a qualquer momento, sinalizando com uma possível demissão da ex-atriz global. “Só não pode mudar o presidente nem o vice, né? O resto… Ninguém no meu governo vive sob tensão”, disse. “Não está previsto eu separar da Michelle. Mas essas coisas acontecem. Ela pode me deixar, né?”

Regina Duarte reproduziu a entrevista de Bolsonaro em seu perfil no Instagram. Veja:

LEIA TAMBÉM:

STF vai investigar Abraham Weintraub por racismo contra chineses

‘Quer que eu faça o quê?’, diz Bolsonaro sobre nº de mortes no Brasil maior que na China

Coronavírus: Ministro da Saúde vê ‘agravamento da situação’, mas não adota medidas