PSOL aciona ONU e OMS para conter Bolsonaro

Publicado em 25 março, 2020
Compartilhe agora!


A líder da bancada do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) na Câmara de Deputados, Fernanda Melchionna (PSOL-RS), anunciou nesta quarta-feira (25) que o partido protocolou uma denúncia contra Jair Bolsonaro na Organização das Nações Unidas (ONU) e na Organização Mundial da Saúde (OMS) em razão da conduta criminosa do presidente brasileiro em relação ao coronavírus.

“A bancada do PSOL protocolou uma denúncia na OMS e na ONU contra pronunciamento de Bolsonaro, e pedimos ajuda internacional p/ q a atitude desse criminoso seja desautorizada publicamente!”, escreveu Melchionna.

“Com Bolsonaro, a vida do povo e o combate à pandemia estão em xeque. Nós não vamos permitir!”, disse ainda a parlamentar.

LEIA TAMBÉM:

Número de mortes por coronavírus na Itália passa de 7,5 mil

Mandetta endossa crítica de Bolsonaro e diz que quarentenas por coronavírus foram precipitadas

Em nota, partidos de oposição afirmam que Bolsonaro ‘não está à altura da Presidência da República’

No pronunciamento, o presidente contrariou recomendações nacionais e internacionais e criticou o isolamento social como forma de conter o contágio do novo coronavírus.

Nesta quarta-feira, ele ainda reforçou a posição. “Ouvi Donald Trump nos EUA, está na mesma linha que a minha. Ao que tudo indica ele vai reabrir a partir de hoje os postos de trabalho”, disse.

Compartilhe agora!