Doria recebe ameaça de morte e registra B.O para reforçar segurança


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), recebeu ameaças de morte nesta quinta-feira (26). Ele recebeu mensagens nas redes sociais e em seu celular particular com o recado de que sua casa seria invadida, informa a jornalista Monica Bergamo da Folha de São Paulo.

A Casa Militar do Palácio dos Bandeirantes decidiu reforçar a segurança da casa do governador durante a noite. Doria fez um boletim de ocorrência e a Polícia Civil vai abrir uma investigação.

De acordo com a equipe do governador, existem indícios de que as ameaças partam de um grupo bolsonarista e que os ataques são organizados por “um movimento articulado pelo chamado gabinete do ódio, liderado pelo filho do presidente, Carlos Bolsonaro”, no momento em que Doria mostra certa liderança no combate ao coronavírus.

LEIA TAMBÉM:

Presidentes dos EUA e da China conversam sobre pandemia de coronavírus

Coronavírus tem 78 mortes e 2.989 casos no Brasil; atualização em 27 de março

Governo Bolsonaro faz propaganda oficial contra o confinamento na pandemia; assista

Doria e Bolsonaro protagonizaram um bate-boca na última quarta-feira (25) durante reunião entre o presidente e governadores do Sudeste sobre como enfrentar a pandemia do novo coronavírus.