Sobrinha do ministro Sergio Moro sofre sequestro relâmpago em Maringá

Compartilhe agora


Uma sobrinha do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foi vítima de um sequestro relâmpago na cidade de Maringá (PR) na noite de segunda-feira (17). Ela estava acompanhada de um amigo e acabou sequestrada entre os bairros Jardim Aclimação e Parque da Gávea, na zona sul de Maringá.

De acordo com a PM, os amigos estavam no interior de um carro estacionado quando foram surpreendidos por um casal armado, que rendeu as vítimas. O rapaz que estava junto com a sobrinha de Moro não reagiu, mas o casal de criminosos começou a agredi-lo com socos e pontapés. O rapaz foi jogado no meio da rua e levou vários chutes na cabeça.

Em seguida, os criminosos deixaram o local levando o carro do jovem e a moça junto como refém. Ainda com o carro em movimento, a jovem abriu a porta do veículo e tentou pular, mas foi impedida pela mulher e levada pela dupla de marginais, que a todo momento fazia ameaças.

Segundo a PM, três quadras após o local do roubo, o bandido que dirigia o veículo da vítima, um Renault, entrou em uma estrada de terra e bateu o automóvel em uma espécie de barranco.

O casal de assaltantes fugiu e abandonou a jovem sobrinha de Moro no local junto com os pertences que haviam sido roubados. O rapaz agredido precisou ser socorrido pelo Samu e levado ao hospital. A sobrinha de Moro não precisou de atendimento.

LEIA TAMBÉM:

Glauber Braga: “O medo está grande. Só não pode ser o Moro a fazer a perícia”

A Polícia Civil de Maringá vai instaurar inquérito relativo ao caso.

*As informações são do portal GCM