Prato feito, o popular ‘PF’, ficou mais caro com a disparada do preço da carne

Publicado em 8 dezembro, 2019
Compartilhe agora!


O tradicional “PF” (prato feito) refeição que mistura arroz, feijão, batata, ovo e um pedaço de carne ficou mais caro em todas as capitais do país. De acordo com o jornal Estado de São Paulo, os preços dos ingredientes pesaram mais no bolso do trabalhador nos últimos doze meses. Em Curitiba, por exemplo, o preço médio do PF oscila entre R$ 12 e R$ 15 reais na região central da cidade.

O principal motivo é a disparada recente do preço da carne bovina que bateu o recorde no mês passado. No açougue, houve alta de até 50% nos preços de alguns cortes nas últimas semanas. O feijão, a batata e o ovo não ficam para trás. Em doze meses até novembro, os preços médios do feijão carioca subiram 42,88%, aponta o IBGE.

O quilo da batata ficou 12,46% mais caro, a dúzia de ovos brancos subiu 8,84% e a carne bovina aumentou, em média, 15 % em doze meses até novembro. O único ingrediente do prato feito que teve uma pequena oscilação para baixo foi o arroz, cujo preço caiu 0,20%.

LEIA TAMBÉM:

O desespero pela comida voltou: Caminhão de carne saqueado no Rio; assista

Carne bovina virou ‘vilã da inflação’ no governo de Bolsonaro e Paulo Guedes

Preço da carne e desemprego podem derrotar Bolsonaro, analisa Paraná Pesquisas

O PF, comida da classe trabalhadora na ativa e da massa de precarizados oferecida nos pequenos restaurantes e bares das grandes e médias cidades do país, é, em muitos casos, a única refeição sólida do dia para milhões de brasileiros.

Compartilhe agora!