Major Olímpio detona Flávio Bolsonaro: ‘Para mim acabou’

Publicado em 7 outubro, 2019


O senador Major Olímpio, líder do PSL no Senado, bateu duro nesta segunda-feira (7) no seu colega de bancada, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). “Flávio Bolsonaro para mim acabou, não existe”, afirmou Olímpio ao jornal Estado de São Paulo, em referência as divergências sobre a instalação da CPI da Lava Toga. Para Olimpio, a posição de Flávio sobre o assunto não representa o governo Jair Bolsonaro.

“O pai dele ganhou a eleição dizendo que seria intransigente no combate à corrupção dentro de qualquer um dos Poderes, inclusive do Judiciário. Estou defendendo a CPI, estou me mobilizando por ela, porque é necessária, declarou”

.

O senador afirmou que considerou sair do PSL, mas que depois chegou à conclusão de que “iria dar moleza para quem está errado”.

“Então, eu e a Soraya Thronicke, também senadora pelo PSL resolvemos ficar. Se tiver que sair, que saia ele, Flávio Bolsonaro. Agora estou mais PSL do que nunca, disse.”

LEIA TAMBÉM:

.

Gilmar Mendes suspende investigação de ‘Caso Queiroz’ a pedido de Flávio Bolsonaro

Major Olímpio pede a cabeça de Flávio Bolsonaro

Major Olímpio, líder do PSL no Senado, ameaça romper com Bolsonaro

.

Questionado sobre a reação do chefe do Executivo às críticas ao filho, Olimpio disse acreditar que “o presidente não vai confundir as coisas”.

“Comigo não tem essa conversa, não. Ah, é filho do presidente. Que se dane! É filiado que nem eu, vai ouvir as verdades que tem que ouvir. Isso aqui não é dinastia, é partido, acrescentou.

A guerra na bancada bolsonarista do Senado continua em torno da instalação da CPI da Lava Toga, proposta que encontra forte resistência de Flávio e do clã Bolsonaro.