Fim de linha: Rodrigo Janot perde carteira de advogado da OAB


A vida anda muita complicada para o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot após a publicação de sua explosiva entrevista para órgãos de imprensa. Janot se antecipou a decisão da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e pediu a suspensão de seu registro. Para “evitar constrangimentos”, declarou.

O pedido de afastamento é válido até o dia 5 de novembro, quando será ouvido Tribunal de Ética e Disciplina da OAB. Janot voltou a advogar após ter se aposentado no Ministério Público Federal (MPF).

Janot mergulhou no caos pessoal e público após relevar um plano para assassinar o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), em 2017.

LEIA TAMBÉM:

Gilmar chama Janot de “potencial facínora” em entrevista

Reinaldo Azevedo: ‘Fui eu quem despertou o instinto homicida em Rodrigo Janot’

Deu ruim para Janot: CNMP pode investigar ex-PGR por plano de matar Gilmar Mendes

O senador Renan Calheiros ingressou na OAB-DF com pedido de suspensão da carteira de advogado de Janot. O senador pediu suspensão de 180 dias, prazo para “a apuração psicológica e toxicológica” do ex-procurador.