Fachin x Supremo

Compartilhe agora!

Não se fala outra coisa em Brasília. O caso do ex-presidente do Petrobras, Ademir Bendine, que será examinado pelo plenário do STF, será uma espécie de Edson Fachin versus Supremo.

O ministro relator da Lava Jato na corte é chamado, dentre outras coisas, de “mau perdedor” e acusado de manipular a opinião pública, segundo registro do Painel, na Folha.

Fachin enviou o caso para o plenário do Supremo na expectativa de ser revista a decisão da Segunda Turma, acerca do habeas corpus concedido para Bendine.

A garantista Segunda Turma anulou a sentença do ex-juiz Sérgio Moro por erro formal no processo, ao não permitir que réus apresentassem alegações finais à Justiça depois dos delatores que os acusam.

LEIA TAMBÉM
Greenwald fala da participação dos EUA no golpe de 2016 e na Lava Jato; assista

FHC, Haddad, Serra e Dino lançam frente ‘em defesa do próprio rabo’ em São Paulo

Lula continua preso, esbraveja Fachin

No STF, a avaliação é de que Fachin submeta a Lava Jato a vexame maior ainda no plenário na corte.

O Blog do Esmael entende que o ministro Edson Fachin vai expor as vísceras da Lava Jato no plenário do Supremo, o que não é ruim sob o prisma do Estado Democrático de Direito. A sociedade precisa tomar conhecimento dos crimes cometidos pela força-tarefa no suposto combate à corrupção.

Quanto ao Supremo, passou da hora desses senhores deixar o ‘acoelhamento’ para adotar posições em defesa da Constituição Federal. A opinião pública ou o poder econômico, que controla a imprensa comercial, criam o efeito catarse justamente para subjugá-los.

Compartilhe agora!