Bolsonaro quer Coaf sob controle do Banco Central e rifa Moro

Compartilhe agora

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) declarou, nesta sexta-feira (9), que defende a transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para o Banco Central. É preciso tirar o Conselho de Controle de Atividades Financeiras do “jogo político”, disse Bolsonaro.

“O que nós pretendemos é tirar o Coaf do jogo político. Tudo que envolve política sobre pressão, de um lado ou de outro”, afirmou o presidente, que estava acompanhado  do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.  A ideia de transferir o Coaf para o Banco Central já havia sido sinalizada também pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.