Por Esmael Morais

“Tábata tem direito de defesa, aqui não é Sérgio Moro”, diz Lupi

Publicado em 12/07/2019

O presidente do PDT, Carlos Lupi, garantiu que seu partido concederá amplo direito de defesa aos deputados que votaram a favor da PEC da Previdência contrariando a orientação da legenda, “porque aqui não é juiz Sergio Moro”.

Ele ainda prometeu divulgar nas redes sociais uma gravação em que os deputados da legenda decidem, “de forma unânime”, pelo fechamento de questão contra a reforma da Previdência.

LEIA TAMBÉM
PDT diz que vai conversar ‘olho no olho’ com Tábata e dissidentes

A referência a Moro foi uma alfinetada por causa dos processos viciados da lava jato.

Oito deputados trabalhistas furaram a orientação partidária e votaram a favor de Previdência de Guedes e Bolsonaro.

Com informações do Globo.