Banco Central reduz juros para amenizar crise de Bolsonaro e Guedes

Compartilhe agora

Pela primeira vez em um ano e quatro meses, o Banco Central (BC) diminuiu os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a taxa Selic para 6% ao ano, com corte de 0,5 ponto percentual. A decisão surpreendeu os analistas financeiros, que esperavam corte de 0,25 ponto.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro: “Se eu não fizer contingenciamento, eu vou para o impeachment”

Mais cortes na Educação e na Cidadania

Efeito Boslsonaro: PIB abaixo de 1% neste ano

O Banco Central indicou que novas reduções poderão ocorrer nos próximos meses. “O Comitê avalia que a consolidação do cenário benigno para a inflação prospectiva deverá permitir ajuste adicional no grau de estímulo”, afirmou o Copom. A próxima reunião do Comitê está marcada para setembro.

O corte nos juros é na verdade uma tentativa de conter a queda no Produto Interno Bruto, cujas projeções para o ano vem sendo reduzidas constantemente desde o início do mandato de Bolsonaro.

Com informações da Agência Brasil.