Por Esmael Morais

“A Bahia é um lixo”, afirmou líder de Bolsonaro durante bate-boca

Publicado em 22/07/2019

A recente agressão do presidente Jair Bolsonaro (PSL) aos nordestinos não é um fato isolado. Pelo contrário. Há exatos dois meses, o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), afirmou que “a Bahia é um lixo” durante bate-boca.

“A Bahia é um lixo. A Bahia é um lixo governado pelo PT”, ao se referir ao fato de o estado ser administrado pelo governador Rui Costa (PT).

Na época, o deputado Zé Neto (PT-BA) repudiou no plenário da Câmara o líder do PSL, partido de Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM
Após fala de Bolsonaro, servidores e cientistas se solidarizam com diretor do Inpe

“O nosso estado é um dos mais lindos do Brasil, somos nascente desse país, berço da cultura, da musicalidade, da alegria e do turismo”, discursou o deputado do PT, que ainda afirmou que “estamos entre os três estados mais bem administrados, com maiores investimentos na educação, no funcionalismo público e na infraestrutura.”

Durante entrevista a jornalistas estrangeiros, na última sexta (19), Bolsonaro afirmou que daqueles “governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão; tem que ter nada com esse cara”, recomendou o presidente da República para o chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni (DEM-RS). Ele se referia ao governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB).

Em repúdio às declarações de Bolsonaro, ofensiva aos nordestinos, o governador da Bahia Rui Costa (PT) cancelou participação na inauguração do aeroporto de Vitória da Conquista nesta terça (23). Portanto, o presidente da República não será recebido amanhã pelo anfitrião.

Relembre o líder de Bolsonaro afirmando que “a Bahia é um lixo” (vídeo):