Por Esmael Morais

São Paulo vai internar usuários de drogas à força

Publicado em 03/06/2019

A prefeitura de São Paulo anunciou que irá realizar internações involuntárias de usuários de drogas na cidade. A internação à força foi possibilitada por um decreto de Bolsonaro que alterou o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas (Sisnad).

A “prisão” para tratamento poderá ser pedida por familiares ou servidores públicos da área da saúde. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), já tentou internar os viciados à força quando era prefeito, mas foi duramente criticado.

LEIA TAMBÉM: UFPR vai fechar Restaurantes Universitários

De acordo com o coordenador do projeto de combate às drogas, Arthur Guerra, a atual gestão de Bruno Covas (PSDB) pretende formalizar parcerias nas esferas estadual e federal.

“Temos o nosso programa municipal que trabalha primordialmente as internações voluntárias. Estamos fazendo uma integração com o governo estadual, que também trabalha com o modelo de algumas internações involuntárias”, afirmou Guerra.

“Nós queremos conversar com o governo federal que tem como uma possibilidade, mas não a única, a internação involuntária para a recuperação desses usuários”, completou.

A internação involuntária é considerada uma violência e uma restrição da liberdade individual.

As informações são do IG.