Por Esmael Morais

Bolsonaro declara apoio a Neymar, acusado de estupro

Publicado em 05/06/2019

Bolsonaro descendo do avião presidencial “Bozo One” e declaração de apoio a Neymar.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) declarou apoio ao jogador Neymar Jr durante coletiva na manhã desta quarta-feira (5) em Aragarças, no interior de Goiás.

“Espero dar um abraço no Neymar antes do jogo. Está num momento difícil, mas eu acredito nele”, afirmou o presidente da República.

O atacante da seleção brasileira é acusado de estupro e agressão por uma mulher e também é investigado por ter divulgado imagens íntimas da jovem.

LEIA TAMBÉM
Petroleiros vão para o corpo a corpo no Supremo em defesa das empresas públicas

De acordo com investigadores do caso, há um vídeo com as agressões do jogador à mulher.

Bolsonaro ajustou a agenda de hoje para assistir, às 21h30, o amistoso entre Brasil x Qatar, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Em 2016, o presidente Jair Bolsonaro foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) por apologia ao estupro e por injúria.

As duas ações penais se referem a um episódio, ocorrido em 2014, entre Bolsonaro e a deputada Maria do Rosário (PT-RS) foram suspensas pela Corte com a posse em 1º de janeiro de 2019.

O presidente, à época deputado, afirmou na Câmara e em entrevista ao jornal “Zero Hora” que a deputada não merecia ser estuprada, porque ele a considerava “muito feia” e porque ela “não faz” seu “tipo”.