Vice-presidente do Parlamento venezuelano é preso pelo serviço secreto bolivariano

Publicado em 9 maio, 2019
Compartilhe agora!

Agentes do Serviço Bolivariano de Inteligência da Venezuela (Sebin) prenderam ontem (8) à noite o vice-presidente da Assembleia Nacional, o oposicionista Edgar Zambrano. O anúncio foi feito pelo próprio Zambrano no Twitter.

LEIA TAMBÉM:
Em nota, PT apoia Cuba e condena Lei Helms-Burton

Na rede social, o vice-presidente da Assembleia Nacional disse que foi surpreendido pelo Sebin e, como se negou a sair do carro, usaram um guincho para transportá-lo, de maneira forçada, diretamente ao Helicoide (prisão do Sebin).

“Usaram um guincho para nos levar à força ao Helicoide”, relatou o oposicionista.

Zambrano lidera um dos partidos de oposição ao presidente Nicolás Maduro e é aliado do autoproclamado presidente Juan Guaidó – que também preside a Assembleia Nacional.

O vice-presidente do Parlamento venezuelano é um dos políticos que teve a imunidade parlamentar cassada pela Assembleia Constituinte na terça-feira (7) por ter apoiado a tentativa de golpe de Estado no país.

Em 30 de abril, Guaidó convocou protestos ao afirmar que havia conquistado o apoio das Forças Armadas. Na ocasião, ele disse que era a etapa final da chamada “Operação Liberdade”, organizada para retirar de vez Maduro do poder. O movimento golpista fracassou.

Com informações do G1

Compartilhe agora!