Sem PT, em 2018 qualidade de vida no trabalho caiu 4%

Cada vez que criminalizam o PT, compare, há perdas de direitos na sociedade e a qualidade de vida no trabalho também desaba. Veja o que diz o Índice Sodexo de Qualidade de Vida no Trabalho (IQVT).

Segundo o levantamento do IQVT, da Sodexo, que é uma empresa multinacional francesa com atuação em serviços alimentares, em 2018 houve uma queda de 4% na qualidade de vida no trabalho em relação a 2017.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro vai criar mendigos entre idosos com reforma da previdência

A análise de 13.159 respostas de trabalhadores por todo o País durante o ano passado, mostrou ainda que todas as dimensões de qualidade de vida no trabalho, que influenciam diretamente na percepção e experiência de um indivíduo, apresentaram queda em 2018, com reduções que variam de 2 a 6%. Sendo que os tópicos relacionados a Interação Social (6,57 pontos) e Reconhecimento (5,55 pontos) foram o que mais caíram durante o período, com quedas de 6% e 5%, respectivamente.

De acordo com a Sodexo, a instabilidade política, a recessão econômica e o impasse das reformas tributária e previdenciária, a precarização do emprego e a limitação de investimentos das empresas impactam negativamente no ambiente de trabalho.

“Tal redução impactou diretamente a percepção de tópicos relacionados à promoção no trabalho e treinamentos profissionais, que acumularam as piores notas durante o período, 4,57 e 4,70 pontos, respectivamente”, analisa Fernando Cosenza, vice-presidente de Marketing da Sodexo Benefícios e Incentivos.

Resumo da ópera: o golpe de 2016, que resultou no impeachment de Dilma Rousseff, e a consequente criminalização do PT vem representando uma amarga experiência para o povo brasileiro.

Comentários encerrados.