Bolsonaro quer continuar arrastando investigação da facada