Hashtag #QuemMandouMatarBolsonaro tenta culpar esquerda pela facada

A hashtag #QuemMandouMatarBolsonaro sustentada por apoiadores do presidente tenta empurrar a culpa do atentado cometido durante a campanha eleitoral para a esquerda.

O assunto está entre os mais comentados do twitter junto com a morte do jornalista Ricardo Boechat.

O próprio presidente Bolsonaro sustenta essa linha ao enfatizar que o esfaqueador preso, Adélio Bispo de Oliveira, foi filiado ao PSOL

Acontece que Adélio saiu do PSOL há cinco anos. Além disso, não há nenhuma evidência que ligue o crime de Adélio ao partido ou a qualquer figura política.

Em vídeo postado ontem, Bolsonaro cobra da Polícia Federal uma solução para o caso.

O presidente e seus apoiadores continuam combatendo inimigos que não existem para justificar uma guerra vazia contra o próprio povo brasileiro.

E de quebra desviam a atenção do escândalo Bolsonaro – Queiroz, do assassinato de Marielle Franco, das ameaças contra Jean Willys e tantas outras barbaridades que estão acontecendo.

Comentários encerrados.