Por Esmael Morais

PDT entra na justiça contra a entrega da Embraer

O PDT deu entrada em uma Ação Cível Pública, com Pedido de Tutela Provisória de Urgência, na Justiça de Brasília, pedindo a suspensão da entrega da Embraer para a Boeing. Para o presidente nacional do PDT, Carlos

Publicado em 11/01/2019

O PDT deu entrada em uma Ação Cível Pública, com Pedido de Tutela Provisória de Urgência, na Justiça de Brasília, pedindo a suspensão da entrega da Embraer para a Boeing.

Para o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, a união das empresas, anunciada em julho de 2018, coloca em risco a soberania nacional, porque prevê a completa transferência de tecnologias fundamentais para segurança nacional.

A ação do PDT alerta que “100% das operações e serviços da aviação comercial da empresa nacional ficarão sob o controle operacional e administrativo da Boeing.

Para o partido, o ato consiste em uma “afronta a soberania e segurança nacionais na medida em que transfere por completo o controle e a gestão de empresa estratégica para empresa estrangeira”.

O presidente Bolsonaro chegou a anunciar que considerava ruim a entrega da empresa, mas voltou atrás e aprova o acordo.

LEIA TAMBÉM: Bolsonaro: União não se opõe ao andamento da fusão entre Boeing e Embraer
Com informações do Vermelho.