Luciana Rafagnin: Bolsonaro retrocede a um estado de desesperanças