Por Esmael Morais

URGENTE: STF DERRUBA CENSURA À ENTREVISTA DE LULA PARA FOLHA

Publicado em 01/10/2018

O Supremo Tribunal Federal (STF) restabeleceu a liberdade de imprensa, por meio do ministro Ricardo Lewandowski, que determinou nesta segunda-feira (1º) o cumprimento da decisão tomada por ele na sexta (28) autorizando a realização de entrevista da Folha com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O petista está preso há quase 6 meses na Polícia Federal de Curitiba, onde cumpre antecipadamente 12 anos e um de prisão. Lula foi condenado no caso tríplex sem que houvesse prova concreta contra ele.

Pela decisão de Lewandowski, Lula poderá ser entrevistado pela jornalista Mônica Bergamo, da Folha, ao derrubar a censura imposta pelo ministro Luiz Fux na sexta (28).

“Verifico que a decisão proferida pelo ministro Luiz Fux […] não possui forma ou figura jurídica admissível no direito vigente, cumprindo-se salientar que o seu conteúdo é absolutamente inapto a produzir qualquer efeito no ordenamento legal”, despachou Lewandowski.

O ministro Lewandowski ainda reafirmou a liberdade de imprensa à Folha:

“Reafirmo a autoridade e vigência da decisão que proferi na presente reclamação para determinar que seja franqueado, incontinenti, ao reclamante e à respectiva equipe técnica, acompanhada dos equipamentos necessários à captação de áudio, vídeo e fotojornalismo, o acesso ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a fim de que possam entrevistá-lo, caso seja de seu interesse, sob pena de configuração de crime de desobediência, com o imediato acionamento do Ministério Público para as providência cabíveis, servindo a presente decisão como mandado.”

Na entrevista, Lula deverá pedir que os brasileiros elejam Fernando Haddad já no 1º turno.