Bolsonaro vai reeditar as Cruzadas

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) pode reeditar as Cruzadas que, em nome de Deus, combatia os hereges entre os séculos XI e XIII.

LEIA TAMBÉM
STF e TSE podem barrar posse de Bolsonaro

Para facilitar a volta ao tempo, Bolsonaro quer garantir o porte de arma de fogo para todos os cidadãos brasileiros.

Segundo o “capelão” Magno Malta (PR), que não conseguiu se reeleger ao Senado pelo Espírito Santo, o Congresso Nacional irá revogar o Estatuto do Desarmamento no começo do ano que vem.

Além de pregar a arma de fogo, Magno, considerado líder da tropa de choque de Bolsonaro, afirma ainda que não passarão no parlamento propostas de discriminalização das drogas ou do aborto.

A agenda anti-gay também está nos planos do futuro governo, de acordo com Magno Malta, magoado pela derrota sofrida para um adversário que se assumiu homossexual.

Afinal, quem são os hereges do século XXI? Ora, são os grupos mais vulneráveis socialmente.