Eleitor com nojo do noticiário da Globo

Cresce o número de eleitores que entram em contato para manifestar que têm nojo dos noticiários da TV Globo.

Talvez a ojeriza à emissora dos Marinho tenha aumentado em virtude de sua participação no golpe de 2016, da disseminação da narrativa que mantém preso político Lula, da retirada de direitos dos trabalhadores, do desemprego crescente e da perda de qualidade de vida da classe média brasileira.

O canal tem perdido, em média, 10% de seu público a cada ano.

Nos últimos 15 anos, entretanto, a Globo perdeu ao menos 30% das TVs ligadas no país no horário que compreende das 7h à 0h.

Dentre os motivos da queda da audiência e do público da Globo, além do ódio partidarizado, também está a popularização da internet e o surgimento de canais alternativos para informação, a mídia progressista alternativa, à qual o Blog do Esmael se afilia, e as redes sociais como um todo.

Em perspectiva, até 2030, a tendência é que 100% dos brasileiros deixem de assistir noticiário pela TV e se informem pelo dispositivo mobile (celular). Portanto, nos próximos tempos haverá uma luta da Globo pela concentração (monopólio) ainda maior na internet. Ou seja, o k-suco vai ferver.