Bolsonaro reúne 20 pessoas e um ‘unicórnio’ para festejar o golpe de 1964

Publicado em 31 março, 2018

Entre o patético e o ridículo, o deputado Jair Bolsonaro, pré-candidato do PSL à presidência da República, reuniu em Brasília neste sábado (31) vinte pessoas e mais um “unicórnio” para comemorar o golpe militar de 1964, que derrubou o presidente constitucional João Goulart.

Acompanhado de “viúvas” do regime fardado, Bolsonaro repetiu os velhos chavões de apoiadores da ditadura e atacou o Partido dos Trabalhadores (PT). “31 de março de 1964, data em que os militares salvaram o Brasil de uma cubanização. Militar das Forças Armadas de 1964, meus parabéns, meus cumprimentos e Brasil acima de tudo”, declarou.

Também fez críticas “aos 12 anos dos governos Lula e Dilma”. Veja o vídeo.

– 31 de março de 1964.- Hoje todos sabem contra quem lutamos no passado.- Mais importante que a própria vida é a liberdade de um povo, pois SEM LIBERDADE NÃO HÁ VIDA!- Parabéns Brasil pelas suas Forças Armadas.

Publicado por Jair Messias Bolsonaro em Sábado, 31 de março de 2018

*Com informações perfil Facebook da Revista Fórum